Eficiência Hospitalista implementa Protocolo Covid no Pronto-Socorro do Hospital São Lucas

Capacitação faz parte do projeto de Lean Healthcare na instituição

Protocolo da Eficiência Hospitalista de Covid no Pronto-Socorro FHSL
Treinamento do Protocolo COVID-19 com a equipe de Enfermagem

Dentro do projeto da Eficiência Hospitalista de implementação de Lean Healthcare no Pronto-Socorro do Hospital São Lucas, em Cascavel (PR), foi dado início ao treinamento de um protocolo específico para a Covid-19. A capacitação foi direcionada à equipe assistencial de enfermagem e que atua na unidade.

A gestora de projetos da Eficiência Hospitalista, a engenheira de produção Caroline Rosso, explica que a iniciativa partiu do mapeamento do número expressivo de pacientes infectados pelo Sars-CoV-2 na unidade.

“Começamos a desenhar o protocolo por identificar que existe oportunidade de melhoria no setor. Ou seja, tornar os processos mais robustos para agregar valor ao paciente, garantir maior segurança e qualidade assistencial”, afirma.

Padronização de condutas
Protocolo da Eficiência Hospitalista de Covid no Pronto-Socorro FHSL
Capacitações constantes para o alinhamento do projeto

Isso passa pela padronização dos processos e condutas, dentro do contexto do fluxo do paciente Covid. Dessa forma, o resultado é a melhoria das metodologias internas do PS, ao garantir que esse paciente internado receba a mesma prescrição daquele que está em tratamento intensivo ou semi-intensivo, por exemplo.

Além dessas vantagens, a introdução da filosofia Lean unifica a conduta dos profissionais — tanto médicos como enfermeiros e equipe multidisciplinar. E também contribui para a redução de custos. Isso porque se diminui a variabilidade assistencial e os recursos passam a ser usados de forma mais efetiva. Ou seja, evitando exames e medicamentos desnecessários.

Sobre o Lean no PS

No final do mês de abril, a Eficiência Hospitalista iniciou o trabalho de implementação da filosofia Lean no Pronto-Socorro do Hospital São Lucas. A primeira atividade de treinamento contou com a presença dos médicos que integram a equipe de um setor considerado a porta de entrada dos pacientes em um hospital.

De acordo com Caroline Rosso, aprimorar a gestão para atender casos de urgência e emergência contribui para diminuir o tempo de espera por atendimento. Assim como evita a superlotação e representa economia para as instituições. Isso porquê o Lean Healthcare tem papel fundamental para rever fluxos e processos, ao otimizar a assistência reduzindo os desperdícios.

Para se ter uma ideia, dados da Anahp – Associação Nacional de Hospitais Privados, divulgados em 2017, mostraram que os desperdícios em hospitais públicos e privados chegou a 20%, ou seja, R$ 100 bilhões.

>> Leia mais sobre o que é o Lean na Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://eficienciahospitalar.com.br/wp-content/uploads/2018/11/publicacoes.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 400px;}