Eficiência Hospitalista e Promed implementam Plano de Crise no hospital de Farroupilha

Parceria garante o preparo do único hospital da cidade para o combate à Covid-19

fachada Hospital São Carlos onde Eficiência Hospitalista e Promed implementaram Plano de Crise Covid
Hospital São Carlos é o único de Farroupilha

Para garantir que o único hospital de Farroupilha (RS) esteja preparado para o combate ao novo coronavírus, desde a primeira quinzena de abril está sendo implementado o Plano de Crise – Covid 19, no Hospital São Carlos. A iniciativa é resultado de uma parceria entre a Eficiência Hospitalista, voltada à gestão da saúde, e a Promed, que atua com serviços de medicina. Desde o início dos trabalhos, já foram realizadas atividades de análise, planejamento, treinamento e acompanhamento do projeto. Isso vai permitir que se recebam os pacientes infectados pela doença, com total segurança, sem deixar de atender aqueles que também procuram atendimento por demais motivos.

De acordo com o CEO da Eficiência Hospitalista, o médico André Wajner, a grande preocupação foi em realizar a capacitação antes da chegada do frio, o que aumenta ainda mais a demanda por atendimentos em serviços hospitalares. “Farroupilha está localizada na Serra e também possui uma população com muitos idosos, dois fatores que precisam de muita atenção e cuidado para garantir o combate eficaz ao novo coronavírus”, reforça. Dados da Secretaria Estadual de Saúde do RS, de 29 de abril, apontam 24 casos da Covid-19 no município.

Referência

A diretora administrativa da Promed, Mara Rosane Nunes Oliveira, afirma que o trabalho tem alcançado excelentes resultados e já é considerado um case de referência a ser ampliado em outras instituições. “A parceria com a Eficiência Hospitalista, empresa de referência na área, está permitindo a elaboração de mapeamento e diagnóstico dos processos internos e mensuração de resultados, em um trabalho integrado com o hospital”, afirma. Segundo ela, essa atuação em conjunto aliada a equipes médicas qualificadas visam o contínuo aperfeiçoamento dos serviços de assistência hospitalar.

Comitê

profissionais da saúde em uma sala para falar sobre Plano de Crise Covid da Eficiência Hospitalista e Promed
Dr. Leonardo reunido com membros do comitê de crise do hospital

A primeira etapa do projeto contou com a construção de um comitê de crise, incluindo a participação de cerca de 20 profissionais, de diferentes áreas. O grupo foi responsável por analisar todo o fluxo de pacientes Covid no hospital, bem como as possíveis melhorias para otimizar os processos. Isso incluiu os setores de administração, estoque, farmácia, laboratório, emergência e outros. Segundo a engenheira de produção da Eficiência Hospitalista, Caroline Rosso, foi fundamental a integração entre toda a instituição. “Programamos o hospital em todos os níveis da crise, para que não falte medicação, que os exames sejam realizados no tempo certo e os resultados no prazo esperado. Além disso, buscamos garantir o giro de leitos para que não faltem vagas nesse momento da saúde em que vivemos”.

Plano de Capacidade Plena

O segundo passo foi a implementação do Plano de Capacidade Plena (PCP), preconizado pelo Ministério da Saúde. A iniciativa visa o gerenciamento de atividades, programando e controlando o que foi estabelecido, não permitindo que se perca o foco. E para concluir o projeto, será realizada uma simulação ainda no mês de maio, em tempo real, sobre o treinamento e as ações de melhoria aplicadas.

Nova experiência

Para o diretor técnico médico do São Carlos, Leonardo Bruttomesso, coordenador do gabinete de crise, essa foi uma experiência nova em sua vida profissional e também um desafio. “Tivemos que estabelecer, de maneira lógica e concisa, as reais necessidades e modificações na forma de pensar do diversos grupos de trabalho”, explica. Apesar de trabalhar com urgências há mais de 30 anos, esse tem sido um momento marcante em sua carreira. “É a primeira vivência em tão grande escala de pessoas que podem requerer atendimento médico de alto nível ao mesmo tempo. Nunca tinha vivenciado tal situação de gravidade em potencial”, conta.

Entretanto, Leonardo afirma que a nova rotina implementada com o Plano de Crise tem sido vista com positividade por ele e pelo grupo de trabalho. “Em conversas com diversos colegas vejo o entusiasmo com a agilidade do atendimento e resolução de problemas em menor tempo”, relata.

Antes e depois

Leonardo reforça que o trabalho estruturado, como o que está sendo realizado para enfrentar essa nova realidade, tem sido de fundamental importância. “O conhecimento adquirido com a experiência da empresa Eficiência Hospitalista nos mostrou o quanto estamos despreparados, em nível organizacional, para atender uma elevada demanda por serviços de forma rápida e com qualidade”, destaca. Para ele é possível afirmar que haverá um antes e um depois da implementação do Plano: “Apesar de torcermos para que esta epidemia passe rapidamente sem gerar danos, estaremos preparados para situações semelhantes futuras, principalmente, racionalizando melhor nossas demandas”.

Hospital São Carlos

A instituição atende o município, com mais de 70 mil habitantes, e municípios vizinhos. Conta com Ambulatório e salas de procedimentos, consultórios para Pronto-Atendimento e Emergência 24h. Ao todo, são 108 leitos para internações, 10 leitos de UTI adulto e 12 leitos para a saúde mental. Além disso, tem na sua estrutura um Centro Cirúrgico com quatro salas cirúrgicas e 15 leitos de recuperação, Centro Obstétrico com duas salas cirúrgicas, cinco leitos de recuperação e três quartos PPP (pré-parto, parto e pós-parto).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://eficienciahospitalar.com.br/wp-content/uploads/2018/11/publicacoes.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 400px;}